Microprodução

SAS Energia possui soluções de sistemas fotovoltaicos, eólicos e hídricos para microprodução.


Com as Tarifas de Regime Geral de Microprodução 2014, cada unidade fotovoltaica poderá vender até 1.865 € por ano, sendo aplicada a tarifa de mercado (vende ao preço de compra). Atualmente, a tarifa de referência é de 0,1528€/kWh, prevendo-se a sua constante atualização em alta ao longo dos anos. Estes valores de venda permitem-lhe obter uma recuperação rápida do investimento inicial.


Poderá optar por unidades fixas ou com seguidor solar para acompanhamento automático do Sol, aumentando assim a energia produzida ao longo do ano.


Com um acréscimo do custo inicial, as estruturas do tipo seguidor solar permitem aumentar a produção anual entre 30% e 40%, potenciando a rentabilidade no médio e longo prazo.


Sistemas Fotovoltaicos de Microprodução

O retorno do montante investido é conseguido num período de 6 a 7 anos, dependendo da tecnologia, sendo um investimento altamente atractivo (taxa TIR de 13% a 15%). A garantia de potência de 25 anos dos módulos fotovoltaicos garante a longevidade do seu investimento.


Sem complicações. Acompanhamos todos os procedimentos de licenciamento, inspecção e ligação à rede.


SAS Energia integra técnicos certificados, com experiência obtida em centenas de instalações de microprodução.


Microprodução Fotovoltaica | Catálogo com preços "chave-na-mão"
Estudo Económico | Retorno económico do investimento
Saiba mais | Composição dos nossos sistemas ECO e ENERGY


Solicite-nos uma simulação de produção e respectivos estudos de viabilidade e orçamento para o seu caso particular.


Pedido de Orçamento   Pré-registo

Fotografias de instalações




Procedimento de Registo

Consulte os novos procedimentos introduzidos pelo Dec.Lei nº 118-A/2010 e pelo Despacho da Secretaria de Estado da Energia e da Inovação de 26 de Novembro de 2010.


Procedimentos para novos pré-registos (a partir de 3 Janeiro 2011):
1) Inscrição do pré-registo no sistema (SRM) a partir do dia 03/01/2011, submetendo os dados do titular e informações técnicas. Na ausência de erros, é emitido um número sequencial e são disponibilizadas as referências Multibanco para pagamento da taxa da CERTIEL. A taxa deverá ser paga num prazo de 5 dias.
2) O comercializador (EDP) pronuncia-se quanto à validade dos dados submetidos e viabilidade técnica. Caso não seja tecnicamente viável, é devolvido o valor da taxa paga à CERTIEL.
3) O microprodutor encontra-se em fila de espera, com o seu número sequencial, até que seja atribuída a potência de ligação para a sua unidade de produção.
4) Sendo atribuída a respectiva potência de ligação, o microprodutor dispõe de 120 dias para a conclusão da obra e solicitação de inspecção.
5) É emitido o certificado de exploração e celebrado um contrato entre o produtor e o comercializador (EDP).

Realize já o seu pré-registo e comece a produzir!
Mais Informações   Pré-registo